Motivação...

Seja bem-vindo(a) ao meu blog

Aproveite os textos e tenha uma ótima leitura. Não esqueça de deixar um comentário se achar conveniente, seja para criticar, elogiar ou fazer algum reparo no conteúdo. Em qualquer caso, estará enriquecendo o blog e deixando mais informações para as pessoas que o acessam.

SIGAM-ME OS BONS

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

COMO VIVER A VIDA E NÃO SIMPLESMENTE PASSAR POR ELA


Uma das maiores verdades que já foram ditas, mas que nem todos levam a sério, pelas mais variadas razões, é quando se diz que a vida deve ser vivida enquanto vivos estivermos.

Parece uma bobagem, pois se estamos vivos, é porque estamos vivendo a vida.

Acontece que existe uma diferença entre viver a vida, e passar pela vida.

Viver a vida, é procurar tirar dela o maior proveito possível, procurar realizar os sonhos que tivermos, por mais loucos que pareçam ser. Claro que nem todos poderão ser realizados, mas o simples fato de tentarmos realizá-los, já tem suas compensações, pois algo estaremos fazendo para "viver a vida". Uma vida sem sonhos, sem objetivos, acaba sendo uma vida sem graça.

Passar pela vida, é simplesmente aceitar tudo o que ela nos oferece, sem nada procurar fazer para melhorá-la. Sem nada fazer para dar algum sentido a nossa existência, sem buscar algumas emoções, sem sentir que por algum motivo estamos aqui. Sem, enfim, ter algo porque continuar vivendo.

Recebi um e-mail de uma amiga, que prefere não ser identificada, razão pela qual vou fazer pequenas alterações que possam identificá-la, apenas para mostrar, como exemplo de conformismo, que, penso deve ser evitado por quem ainda está em tempo de "acordar para a vida":

Eu vivo de recordações Marcial. Meu presente não é tumultuado porque meu marido é uma pessoa boa, mas é sem graça, insosso. Passei a vida inteira a ver navios. Olhar pela janela sem saber o que fazer da vida, esperando o tempo passar e meu dia chegar. É uma vida sem graça, que vem e que passa. Quando surge uma música que me recorda namorados antigos, fico sensível, e com vontade que o tempo volte e eu possa viver aqueles momentos de novo. Sou um satélite voando no espaço. Não tenho mais sonhos e nem prazer. Vou fazer 39 anos de casada e nunca tive uma noite de amor. Incrível né??? Mas... a vida passou e eu deixei que acontecesse.

Bem, o fato se explica por si só. O grito de alerta está dado. Em casos assim, quando um dos parceiros é excessivamente passivo, o que se pode fazer é tentar um diálogo, tentar fazer com que o parceiro desperte. Dar-lhe um chacoalhão para que ele acorde, procurar mostrar que a vida é muito preciosa para ser desperdiçada. Que a vida precisa ser vivida, com alguma intensidade, com algumas emoções. Que precisamos desfrutar de nossa passagem por aqui. Que precisamos ser ativos, não podemos simplesmente nos sentar e esperar as coisas acontecerem. Precisamos correr um pouco atrás daquilo que queremos, atrás de algum sonho. É importante termos algum objetivo. Sonhos para, pelo menos tentar realizar.

E se não somos sozinhos, se vivemos com alguém, não podemos nos esquecer de que a vida é uma eterna parceria. Que não podemos simplesmente nos ater àquilo que desejamos para nós. É importante procurar saber das necessidades e sonhos de nossa parceria para, em conjunto, darmos sentido à expressão "Parceiros" , significando ser uma vida em conjunto, para ser vivida a dois. Os sonhos, os objetivos, devem ser conjuntos. Se forem conflitantes, deve-se estudar um acordo. É contraproducente que apenas a vontade de um dos parceiros prevaleça, para evitar que com o correr do tempo, um dos lados fique carregando a frustração de nossa amiga em questão, que apenas passou pela vida, sem vivê-la em sua plenitude.

Vamos conversar mais, crianças, vamos procurar equacionar nossos sonhos. Vamos aparar arestas. Vamos dialogar sem ressentimentos, apenas expondo pontos de vista, apenas acertando divergências, ao invés de deixá-las crescendo até que o rompimento seja inevitável. Vamos, pelo menos, dar uma chance à vida para que ela aconteça.

Quantas vezes um "aparar de arestas" transforma um possível rompimento, numa linda reconciliação, num maravilhoso renascer para a vida, num reencontro que trará aquela felicidade sempre almejada, e que julgávamos estar perdida.

Mesmo para esta nossa amiga... Tente uma vez mais seduzir seu marido... Quem sabe ele acorda... Poderia ser mais prático dar o cínico conselho de procurar sua noite de amor fora... Mas, conforme ela diz, por seus princípios, isso seria muito cruel para consigo mesma, e não é por aí. É difícil falar sobre casos assim, principalmente nesta altura da vida. É muito fácil dizer alguma bobagem, e muito perigoso também.

Cada qual sabe de sua vida, e o que pode ou não ser feito ainda, para modificar alguma situação existente, a qual aceitamos e deixamos crescer. Parece mesmo que o melhor é deixar o barco correr, ficando apenas nos sonhos irrealizados, aceitando uma realidade que, pelo menos nos permite viver.

Quem ainda está em tempo... pode, se quiser, aceitar a sugestão… E quem não está mais em tempo, deve ao menos fazer como nossa amiga, que pelo menos tem algumas recordações, tem ainda alguns sonhos, ainda pode fechar os olhos e viajar nessas lembranças, quiçá doces, quiçá amargas. Procure ao menos, ser feliz, meus amigos... Vocês merecem.

Com sonhos, com pesadelos, volto a parafrasear o saudoso Gonzaguinha, pois "a vida, é bonita, é bonita, e é bonita..." Vamos vivê-la, sempre procurando ter UM LINDO DIA.

Viva sempre o hoje pois o amanha pertence a Deus !


Um abraço de JB Pires 2010.


Fonte de Pesquisa: Marcial Salaverry

2 comentários:

  1. Cada novo amigo que ganhamos no decorrer da vida aperfeiçoa-nos e enriquece-nos,
    não tanto pelo que nos dá, mas pelo que nos revela de nós mesmos.
    Miguel Unamuno

    De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás.

    De repente, num instante fugaz, as taças de champagne se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou.

    De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num so pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração: PAZ E AMOR.

    De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo: AMAR.

    De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade.

    De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver. .

    Feliz Ano Novo !!!

    ResponderExcluir
  2. muito lindo seu poema,

    obrigado, lhe desejo toda paz e realizações nesse novo ano que se inicia.

    Um abraço!

    JB PIRES

    ResponderExcluir

Faça aqui seu comentário, aceito críticas e sugestões. Ficarei super feliz pelo simples fato de você ter comentado.

Redes Sociais

Slide de Postagens Recentes

VISITAS RECENTES

Receba minhas postagens em seu Email